Coaching Infantil serve para criar um “mini bom profissional”?

Coaching Infantil serve para criar um “mini bom profissional”?

Por: Marcia Belmiro | Crianças | 14 de agosto de 2019

De modo geral, as pessoas associam Coaching a objetivos profissionais. Seguindo esse raciocínio, fica realmente despropositado pensar em Coaching Infantil. Parece que a gente quer criar um “mini bom profissional” dentro da escola. Não é nada disso. Tenho visto pessoas se dizendo contra o Coaching para crianças, talvez por não conhecerem o que é e como é aplicado e conduzido. Vou esclarecer de que forma se utiliza uma metodologia específica para crianças, frisando que no Kids Coaching a essência do Behavioral Coaching (em português, Coaching Comportamental) é mantida.

Em primeiro lugar, faz parte da essência do Coaching ser identificado como um processo. Mudanças de comportamento só acontecem com tempo, periodicidade de ações e continuidade. E é assim que o Coaching Infantil é aplicado, como um processo que se estabelece na rotina infantil, como um novo padrão comportamental que traz mais alegria, disposição, bem-estar e autonomia à criança, à sua convivência com outras pessoas e à família.

Outro aspecto da essência do Coaching é a definição e a construção de um objetivo claro. O Coaching só existe quando é traçado um para onde e um para quê, uma meta a ser atingida. No processo de Kids Coaching, coach e coachee definem em conjunto qual a questão a ser trabalhada e qual a meta deste processo. E, juntos, vão construir as formas de atingi-la.

O movimento é outro ponto presente na essência do Coaching e que se aplica ao Kids Coaching. Não é apenas entendimento e reflexão, mas principalmente o movimento desejado pelo cliente para que coisas novas aconteçam na própria vida. O mesmo se dá com a criança. Ela vai pouco a pouco encontrando outras formas de agir, experimentar as situações na própria rotina e recebe apoio do coach para otimizar alguns comportamentos e alterar o que é preciso. Assim, caminham juntos para obter o que a criança deseja, o que sente que é necessário e que poderá trazer bem-estar e felicidade para si.

Outro aspecto é o autocomprometimento, a geração de um elo inquebrantável da pessoa consigo mesma, de modo que ela se apropria de suas melhores riquezas e de seus melhores recursos intelectuais e emocionais, e os utiliza com intencionalidade, assumindo as rédeas da própria vida. O que o método do Coaching focado no público infantil faz é ajudar as crianças a resolver seus pequenos problemas (levantar o dedo para fazer uma pergunta à professora, dizer não ao colega que sempre pede o lanche etc.) por conta própria, favorecendo dessa maneira um aumento da autoestima, de forma que ela se sinta empoderada de si mesma. A criança consegue assumir para si a responsabilidade de agir em seu favor.

Gostaria de falar ainda da alteração de comportamentos indesejados. Nas abordagens psicoterapêuticas, vai-se fundo nas causas e no diagnóstico dos comportamentos indesejados. No Coaching em geral, um comportamento é substituído com base em novas ações realizadas, em novos hábitos. A criança também se beneficia desses ganhos por aumentar seu sentimento de autoconfiança e passar a ter mais domínio daquilo que ela quer ter, ser e fazer. Porque está claro para a criança o comportamento que ela deseja ter, já que partiu dela própria.

E, por fim, outro aspecto fundamental: os resultados do Coaching. Resultados são marcadores, os reais indicativos de que um processo de Coaching logrou êxito. Os resultados precisam ser contabilizados junto com a criança e sua família, para que sejam validadas as conquistas relativas às decisões tomadas em conjunto.

Eu quis trazer para vocês esse conjunto de características que dizem respeito à essência do Coaching e que são mantidos no método infantil para que percebam que qualquer modalidade de Coaching é baseada nos mesmos princípios. No então, reforço que a forma, as ferramentas e os motivos são completamente diferentes. Os motivos são sempre totalmente calcados na necessidade de cada criança: absolutamente customizados e individualizados. Cada criança vai ter o seu processo único, com uma série de ferramentas que eu desenvolvi e que minha equipe de assistentes já está aplicando com excelentes resultados. Temos certeza do impacto positivo do Coaching para famílias, escolas e principalmente para as crianças.

kids coaching

Matérias Relacionadas

Que tipo de escola é melhor para os meus filhos? O que vai estar mais alinhado ao mercado de trabalho?
Revolução pós-maternidade: O que te impede de realizar seus desejos?
COACHING INFANTIL: Saiba porque e como funciona na transformação de famílias e escolas