O papel da psicopedagogia clínica no desenvolvimento escolar

O papel da psicopedagogia clínica no desenvolvimento escolar

Por: Marcia Belmiro | Adolescentes | 09 de maio de 2018

Ao contrário do que frequentemente se imagina, a Psicopedagogia não se restringe à área clínica. O profissional formado em Psicopedagogia está apto para trabalhar tanto na área clínica como no âmbito escolar, assim como também em empresas, hospitais e ongs.

Dentro da Psicopedagogia clínica, destaca-se o trabalho em consultório com crianças, adolescentes e adultos que apresentam dificuldades de aprendizagem. Frequentemente o psicopedagogo faz parceria com outros profissionais como psicólogos e fonoaudiólogos para obter resultados mais efetivos, além de trabalhar com técnicas remediativas e orientação aos pais para ajudar seus filhos que estejam encontrando dificuldades de aprendizagem.

Já a Psicopedagogia escolar visa dar assistência aos professores e a outros profissionais da escola para uma otimização do processo de ensino e de aprendizagem dentro do ambiente escolar visando uma minimização dos possíveis problemas que os alunos possam enfrentar. Em um trabalho coletivo com todos profissionais do âmbito escolar, o psicopedagogo escolar vai procurar construir um espaço adequado e propício para que os alunos sejam capazes de atingir o melhor de suas capacidades intelectuais, evitando comprometimentos físicos e estruturais no processo de aprendizagem.

O psicopedagogo trabalha no sentido de favorecer o processo de integração e troca dentro da comunidade educativa além de fornecer orientações metodológicas para os professores. Ademais, também é capacitado para realizar processos de orientação educacional e vocacional, tanto individualmente quanto coletivamente.

O tratamento e atendimento psicopedagógicos estão voltados para a facilitação da construção do conhecimento e, para isso, o profissional se utiliza de diversos recursos como jogos, leituras, diálogos e desenhos. A intenção se encontra no desenvolvimento de atividades que estimulem as funções cognitivas inativas ou fragmentadas do paciente além de também suas questões ligadas às áreas social e afetiva.

Em consonância com o trabalho desenvolvido por psicopedagogos, o profissional KidCoach é formado para se utilizar de uma série de recursos e técnicas que contribuem para a construção da autonomia e independência das crianças, seja em seu desenvolvimento escolar ou em qualquer outras instâncias onde apresenta dificuldades. Tais técnicas são estruturadas e amplamente desenvolvidas através do Método KidCoaching que trás uma grande contribuição para a área do desenvolvimento infantil ao fornecer uma ampliação no olhar sobre a infância, suas particularidades e principais questões.

Dessa maneira, o Método KidCoaching possui muito a complementar e oferecer ao trabalho em psicopedagogia, principalmente no que diz respeito à formas de atuação em situações delicadas como por exemplo casos de ansiedade infantil, conflitos e resistências da criança aos conteúdos que são esperados que ela aprenda. As técnicas dentro do nicho do Kids Coaching são voltadas para auxiliar as crianças a desenvolverem suas habilidades e a encontrarem sua vivacidade e autonomia em sua rotina tornando-os conscientes de seus sentimentos e atitudes.

Quer saber mais sobre o Método KidCoaching e receber conteúdos exclusivos para auxiliar em sua atuação profissional?? Acesse o link a seguir e saiba mais sobre…

kidscoaching.com.br

Matérias Relacionadas

Como incentivar o interesse pela arte nas crianças?
Puerpério: a montanha-russa de emoções no pós-parto
Como lidar com as crianças competitivas?