Os primeiros coachees chegaram, e agora?

Os primeiros coachees chegaram, e agora?

Por: Marcia Belmiro | Carreira | 30 de julho de 2020

Depois de uma intensa imersão no Método CoRE KidCoaching, com muitas horas de aulas, vídeos, vivências e leitura do material, chegou a hora mais esperada – e também mais temida: o início dos atendimentos.

Nessa situação, é comum o pensamento: Os primeiros KidCoachees chegaram, e agora?

Para você, KidCoach que está iniciando essa linda jornada, Marcia Belmiro tem cinco orientações preciosas. Confira:

  • Não espere que sua atuação como KidCoach tenha, logo de cara, a mesma proficiência que você entrega em sua profissão original, com a qual trabalha há anos. Pensar dessa forma pode gerar bastante frustração. “Se é para se comparar, compare-se consigo mesmo no início de sua primeira carreira”, aconselha Marcia.
  • Não se preocupe em ter um coachtório moderno, bem localizado e finamente decorado. Nesse início não há problema algum em atender em casa – na sua ou na dos clientes. O fundamental agora é ganhar experiência. “Para usar uma metáfora, você ainda não tem ‘samba no pé’, não é hora de pensar nos adereços de mão”, comenta Marcia.
  • Siga o Método. A metodologia KidCoaching tem um passo a passo, com indicações precisas, especialmente para as primeiras sessões. “Se você acaba de agendar a sessão inicial com uma família, empenhe-se em estudar tudo sobre esta sessão. Não é necessário dominar as técnicas de todo o processo no primeiro encontro”, analisa Marcia.
  • Entregue mais do que foi contratado. Essa é uma orientação que serve para toda a sua carreira, mas é ainda mais importante no início. Fique atento aos detalhes, ao que seu cliente valoriza. Por exemplo, se ele sempre traz um papel para anotar o que é discutido nas sessões, você pode presenteá-lo com um belo caderno. Se você leu um artigo no Blog do ICIJ que pode interessar aos pais, envie o link para eles pelo WhatsApp ou até imprima e leve o material na próxima sessão. “Um cliente que percebe interesse e dedicação por parte do KidCoach tem mais chances de indicá-lo a outras pessoas”, conta Marcia.
  • Os primeiros clientes, além de ajudarem o coach a ganhar experiência e segurança, podem colaborar na divulgação do seu trabalho. “Quando perceber que um cliente ficou satisfeito, peça que grave um vídeo curto contando sobre os ganhos que obteve no processo. Assim, você pode usar esse material para divulgar seu trabalho”, sugere Marcia.

Matérias Relacionadas

Como ajudar Adolescentes
Já conversou com seu filho adolescente hoje?
Como se tornar um professor inesquecível