Quais são as principais demandas ao procurar um KidCoach?

Quais são as principais demandas ao procurar um KidCoach?

Por: Marcia Belmiro | Carreira | 03 de novembro de 2020

Desde que o Método CoRE KidCoaching foi criado, em 2015, a maior parte das famílias que procuram os KidCoaches chegam com queixas como: não colaboração nas rotinas em casa, birra, excesso de brigas, desinteresse pelos estudos. Todas essas questões podem ser resumidas em apenas uma: falta de controle dos pais sobre a criança”, analisa Marcia Belmiro.

Marcia reflete sobre essa questão sob uma perspectiva histórica: “Até a década de 1970, as crianças não tinham direito a opinião, não se cogitava que um filho argumentasse diante de uma ordem dos pais. A partir dos anos 1980, passou-se de um polo a outro. Como resultado, em vez de uma educação democrática, as crianças tomaram o lugar de tiranos que antes era dos pais.”

A criadora do Método CoRE KidCoaching relata que esta é uma dificuldade de grande parte dos pais: estabelecer uma relação de autoridade real, sem autoritarismo ou violência, mas com afeto, firmeza e clareza. Mas como dar limites de maneira saudável?

Marcia responde:

A autoridade da família é função do adulto. Essa autoridade, no entanto, não é arbitrária nem significa que deva haver uma relação de imposição dos pais para com os filhos. Quer dizer apenas que o adulto tem prontidão neurofisiológica, devido ao pleno desenvolvimento do neocórtex, para definir os princípios e valores a serem seguidos pelo sistema familiar. A criança é convidada a se envolver no processo, na medida de sua prontidão psicológica e maturação cognitiva, aprendendo o tempo todo sobre o que não é negociável (ex.: tomar banho todos os dias) e o que pode ser flexibilizado (ex.: a que horas será o banho).”

Confira os 12 comportamentos e as 6 situações principais nos quais o Kids Coaching atua:

1) Dificuldade para dormir
2) Desorganização
3) Brigas com irmãos e colegas
4) Não cumprimento de rotinas
5) Desfralde
6) Tédio
7) Alimentação inadequada
8) Arrogância
9) Birra
10) Desinteresse pelos estudos
11) Distanciamento social
12) Egoísmo
13) Falta de educação
14) Inquietação e atividade excessiva
15) Medo e insegurança
16) Mentira
17) Empatia
18) Desmame

Matérias Relacionadas

Dá para ter uma boa relação com os enteados?
O luto em sala de aula no pós-pandemia
Cozinhar com os filhos: bom para adultos e crianças