O custo das oportunidades não aproveitadas

O custo das oportunidades não aproveitadas

Por: Marcia Belmiro | Carreira | 04 de junho de 2020

Você já se deparou com uma certa tristeza ao recordar as oportunidades perdidas no passado?

Pode ter sido abrir mão do sonho de empreender por medo de trocar o certo pelo duvidoso, aceitar um salário mais baixo numa posição com boas chances de ascender, ou até a oportunidade dos seus sonhos, mas que traria algum sacrifício pessoal temporário”, elenca Marcia Belmiro.

No artigo “Você já calculou o preço das oportunidades que perdeu?”, escrito pelo headhunter Fernando Mantovani para a Exame, ele acrescenta outro motivo à lista de Marcia: a falta de qualificação técnica – o que fez com que 42% dos entrevistados para uma pesquisa da Robert Half não conquistassem uma vaga de emprego, de acordo com declaração dos próprios profissionais.

Quaisquer que sejam as razões para você não ter aproveitado alguma oportunidade no passado, o fato de identificá-las e analisar o que aconteceu é positivo. No entanto, não é preciso – tampouco saudável – passar o resto da vida se culpando pelo que aconteceu nem ficar cultivando esse arrependimento, já que esses sentimentos não vão trazer as chances perdidas de volta. O que funciona, ao contrário, é olhar para a frente e pensar em como não deixar passar circunstâncias favoráveis no futuro”, alerta Marcia Belmiro.


Pensando nisso, Marcia dá algumas orientações valiosas aos profissionais que desejam fazer uma gestão melhor da carreira de hoje em diante:

1) Agora: Se preparar para as oportunidades, guardando sempre algum dinheiro com o objetivo de se capitalizar previamente;

2) Quando a chance surgir: Fazer uma negociação consigo mesmo sobre o que seria possível flexibilizar (durante quanto tempo poderia trabalhar mais que o normal para se estabilizar, ou quanto poderia reduzir sua renda por um período para fazer uma transição de carreira, por exemplo);

3) Depois de decidir encarar a oportunidade: Perseverar no seu propósito, mantendo-se firme até ganhar consistência e credibilidade no novo trabalho.

Fonte:

Você já calculou o preço das oportunidades que perdeu?”. Disponível em: https://exame.com/blog/sua-carreira-sua-gestao/oce-ja-calculou-o-preco-das-oportunidades-que-perdeu/

Matérias Relacionadas

Você é frágil, antifrágil, resiliente ou nenhum deles?
Como fortalecer a conexão com os filhos na quarentena?
Autoridade emocional:  O que fazer quando seu filho não te escuta?